QUEM SOMOS CONTATO
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


Notícias - Movimentos

30/08/2017
CARAVANA LULA PELO BRASIL

Em Quixadá Lula diz que a vitória em 2018 não será dele, mas sim do povo brasileiro

 

Em mais uma etapa de sua caravana pelo Nordeste, desta vez no Ceará, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que a vitória em 2018 não será dele, mas sim do povo brasileiro; Se eu for candidato, eles têm que saber que vocês vão ganhar as eleições outra vez. Se eles não sabem consertar o País que eles mesmo quebraram, eu vou dizer que um metalúrgico sem diploma universitário é capaz de fazer ele voltar a crescer, disse Lula em Quixadá; Lula disse ainda que o atual governo utilizou R$ 14 bilhões para comprar deputados e não ser afastado e que está “destruindo o Brasil” com as privatizações; “É aquele tipo de gente vagabunda que ao invés de trabalhar começa a vender as coisas por incompetência política”.

O primeiro dia da caravana do ex-presidente Lula pelo Ceará terminou com grande ato político em Quixadá, no Sertão Central cearense. Milhares de pessoas estiveram presentes para ouvir as palavras do líder petista, que subiu ao palanque ao lado do governador Camilo Santana (PT), do deputado federal José Guimarães (PT-CE) e do senador José Pimentel (PT-CE), entre outros representantes da política estadual e local.

Ovacionado pelo público, Lula deu o recado:Se eu for candidato, eles têm que saber que vocês vão ganhar as eleições outra vez. Se eles não sabem consertar o País que eles mesmo quebraram, eu vou dizer que um metalúrgico sem diploma universitário é capaz de fazer ele voltar a crescer.

O ex-presidente também não poupou críticas ao atual governo e às políticas que levaram o País à atual situação.Eu sei que eles estão destruindo o Brasil. Estão vendendo a Petrobras, querem acabar com o Banco do Brasil, com a Caixa Econômica, estão vendendo a Eletrobrás, acabaram com a indústria naval. É aquele tipo de gente vagabunda que ao invés de trabalhar começa a vender as coisas por incompetência política, afirmou. E lembrou que, mesmo com a queda na arrecadação e nos investimentos, o Governo utilizou R$ 14 bilhões para comprar deputados e não ser afastado.

Lula também enalteceu as conquistas da parte mais pobre da população - sobretudo a nordestina - durante os anos de governo do PT, como a transposição das águas do rio São Francisco, a redução da fome e do analfabetismo e a construção de universidades e escolas técnicas; e disse que sempre sonhou em tirar o Brasil da miséria. O povo pobre nordestino é igual a qualquer outro, basta dar a oportunidade. (…) Para aquela grã-finagem que está no comando, pobre não existe, pobre atrapalha. Para mim, pobre é a razão da construção desse País.

Fonte: Brasil247-Ceará

Última atualização: 30/08/2017 às 17:12:54
 

Notícias Relacionadas

25/08/2017    No retorno à terra natal, Lula destaca força da cultura nordestina
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente esta notícia

Nome:
Nome é necessário.
E-mail:
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário:
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.
código captcha
Código necessário.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

www.igenio.com.br
Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados