QUEM SOMOS CONTATO
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


Notícias - Brasil

08/01/2020
BRASIL PODE ESTÁ NO ALVO

Irã alerta que aliados dos EUA podem virar alvos de ataques

 

Poucos minutos após assumir a autoria dos ataques contra bases dos Estados Unidos no Iraque, o Irã emitiu um alerta: Aliados militares dos norte-americanos podem virar alvos de ataques a qualquer momento.

"Estamos alertando todos os aliados dos americanos, que deram suas bases ao seu exército terrorista, de que qualquer território que seja ponto de partida de atos agressivos contra o Irã será alvo", disse a Guarda Revolucionária do Irã por meio da a agência de notícias oficial iraniana, Irna.

O Irã havia ameaçado "vingança severa" após a morte de Soleimani, general comandante do grupo de elite do exército revolucionário do país. Especialistas afirmam que ele era mais popular do que o próprio presidente. Milhões de pessoas tem saído às ruas desde a morte do militar.

A Embaixada dos Estados Unidos no Brasil pediu que os norte-americanos que vivem no Brasil tomem medidas adicionais de segurança. A embaixada argumenta que o conflito com o Irã pode causar riscos a quem vive no exterior e recomenda, entre outras coisas, que esses cidadãos tenham cuidado caso precisem visitar algum ponto turístico no Brasil.

O pedido de atenção foi publicado na noite dessa terça-feira (7) na página oficial da embaixada na internet sob o título de "Alerta de Segurança – Missão dos Estados Unidos no Brasil". "Há uma crescente tensão no Oriente Médio que pode resultar em riscos à segurança dos cidadãos dos EUA no exterior", explica a embaixada.

O Brasil já se posicionou favorável aos Estados Unidos neste embate que começou quando Donald Trump assumiu autoria dos ataque que culminaram na morte de Soleimani, principal homem do exército iraniano.

Porém, na manhã desta terça-feira (7), Bolsonaro recuou e disse que condena todo tipo de terrorismo e que pretende manter relações comerciais com o Irã. "Nós repudiamos o terrorismo em qualquer lugar do mundo e ponto final. Temos comércio com o Irã e vamos continuar esse comércio", disse.

O Irã cobrou explicações das autoridades brasileiras sobre a posição do Brasil em relação à recente escalada de tensões entre o Iraque e os Estados Unidos. O Itamaraty, que já se manifestou favoravelmente ao combate do terrorismo, garantiu, por sua vez, que essa conversa com Irã foi cordial.

---

Fonte: Congresso em Foco

Última atualização: 08/01/2020 às 10:53:49
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente esta notícia

Nome:
Nome é necessário.
E-mail:
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário:
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.
código captcha
Código necessário.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

www.igenio.com.br
Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados