QUEM SOMOS CONTATO
Aumentar tamanho das letras Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Versão para impressão


Notícias - Política

15/03/2019
DESENVOLVIMENTO REGIONAL

Governadores do Nordeste firmam acordo por Consórcio regional

 

São Luís virou a sede do 2º encontro do Fórum dos Governadores do Nordeste 2019. Recebidos pelo governador Flávio Dino, na última quinta-feira (14) os governadores assinam o Consórcio Nordeste, um bloco de cooperação entre os nove estados da região em diversas áreas.

O Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste, conhecido como Consórcio Nordeste, tem por objetivo firmar parcerias de compras compartilhadas entre os estados da região. A medida deve reduzir gastos com produtos e serviços.

Anfitrião, Dino explica que todos os estados precisam comprar viaturas policiais, por exemplo. Com a formação do consórcio, em vez de cada unidade da federação contratar separadamente, os noves estados se juntam e passam a ter mais condições de obter preços melhores.

É um encontro histórico com a formação desse consórcio dos estados do Nordeste. Obteremos vantagens e benefícios, entre eles o apoio pessoal e técnico, com grandes economias nas licitações porque o consórcio poderá fazer registro de preço de grandes compras de medicamentos e outros produtos, reduzindo os custos para cada estado”, disse o governador da Bahia, Rui Costa (PT). 

Além de Rui Costa (PT-BA), Paulo Câmara (PSB-PE) e Fátima Bezerra (PT-RN), também marcam presença Wellington Dias (PT-PI), Camilo Santana (PT-CE), João Azevedo (PSB-PB) e Belivaldo Chagas (PSC-SE). O vice-governador de Alagoas, Luciano Barbosa (MDB), representa o chefe do Executivo do Estado, Renan Filho, também emedebista.

Com o consórcio, a expectativa é de que poderão ser feitas, por exemplo, compras compartilhadas entre os Estados. Isso reduz, em tese, os custos dos produtos e dos serviços. As alianças entre os estados poderão acontecer nos âmbitos de desenvolvimento econômico e social, infraestrutura, tecnologia, segurança pública, administração prisional, meio ambiente, entre outras áreas. 

O Consórcio facilitará também que seja cedido a outros estados viaturas ou mesmo policiais de forma temporária. Além disso, os nove estados terão mais força para apresentar ao mercado internacional a oferta de seus produtos.

O peso político também é observado na iniciativa. Um estado hoje tem menos poder de influência nas grandes questões brasileiras. Com o Consórcio, o bloco acredita que terá maior peso em decisões que são tomadas em Brasília.

om o consórcio, a expectativa é de que poderão ser feitas, por exemplo, compras compartilhadas entre os Estados. Isso reduz, em tese, os custos dos produtos e dos serviços. As alianças entre os estados poderão acontecer nos âmbitos de desenvolvimento econômico e social, infraestrutura, tecnologia, segurança pública, administração prisional, meio ambiente, entre outras áreas.

Última atualização: 15/03/2019 às 08:55:04
 

Notícias Relacionadas

20/03/2019    Governador anuncia programa de geração de energia solar para agricultores familiares
18/03/2019    Deputado Acrísio Sena propõe articulação dos parlamentos nordestinos em defesa do BNB
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente esta notícia

Nome:
Nome é necessário.
E-mail:
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário:
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.
código captcha
Código necessário.

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

www.igenio.com.br
Copyright © 2020 - Todos os direitos reservados